- PUBLICIDADE -

Turquia ignora alerta de Trump e afirma que continuará combatendo os Curdos

Turquia ignora alerta de Trump e afirma que continuará combatendo os Curdos
- PUBLICIDADE -

O presidente americano ameaçou neste domingo (13) “devastar economicamente a Turquia” se o país atacar os Curdos na Síria.

O porta-voz da Turquia, Ibrahim Kalin, utilizou o Twitter para responder ao presidente americano:

“Os terroristas não podem ser parceiros e aliados. Não há nenhuma diferença entre o grupo Estado Islâmico e o YPG (Unidades de Proteção do Povo). Vamos continuar a combatê-los.”

O regime islâmico da Turquia ameaça lançar uma ofensiva para expulsar os curdo-sírios das Unidades de Proteção do Povo, considerados “terroristas”, e os acusam de apoiar os curdos turcos do PKK (Partido dos Trabalhadores do Curdistão), que estão promovendo uma insurreição contra o Estado turco desde 1984, registra o “RFI“.

Neste final de semana, o presidente americano, Donald Trump, em uma série de tuítes, pediu aos curdos que evitassem qualquer tipo de “provocação” em relação à Turquia, e lembrou que não era “amigo” da Rússia, Irã ou Síria, conforme noticiou a RENOVA.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -