Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

Turquia irritada após EUA reconhecer formalmente genocídio armênio

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Turquia irritada após EUA reconhecer formalmente genocídio armênio
COMPARTILHE

Regime islâmico turco diz que decisão põe em risco relações bilaterais com os Estados Unidos.

O Congresso dos Estados Unidos reconheceu formalmente, nesta quinta-feira (12), o genocídio na Armênia.

Aprovado em outubro pela Câmara, o texto, que passou pelo Senado, confirma a morte de até 1,5 milhão de armênios pelas mãos do Império Turco-Otomano, entre 1915 e 1917.

A resolução declara que é uma determinação dos EUA “relembrar o Genocídio Armênio por meio do reconhecimento e da memória oficiais”, informa o portal G1.

O primeiro-ministro da Armênia, Nikol Pashinyan, celebrou o anúncio como uma “vitória da justiça e da verdade”.

Já a Turquia reagiu duramente ao anúncio do Congresso americano. O regime islâmico nega os assassinatos em massa e rejeita o termo “genocídio”, insistindo em que os armênios morreram no contexto da Primeira Guerra Mundial.

- PUBLICIDADE -
Error: Embedded data could not be displayed.
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM
Error: Embedded data could not be displayed.