Português   English   Español

Instituição da Turquia afirma que meninas podem casar aos 9 anos

A direção turca dos assuntos religiosos (Diyanet), uma poderosa instituição pública, está sob fogo cruzado, após afirmar que meninas podem casar a partir de 9 anos e meninos a partir dos 12.

A declaração, apresentada sob a forma de nota que explicava a lei islâmica, foi apagada da página devido à polêmica. Na Turquia, a idade legal para casar é 18 anos, mas a lei turca autoriza o casamento a partir dos 16 anos, em circunstâncias excepcionais.

As afirmações geraram forte polêmica na Turquia, onde apesar da lei, o casamento de crianças é uma realidade.

Gaye Usluer, deputado do Partido Republicano do Povo (CHP, social-democrata), principal oposição no Parlamento, acusou o governo de ter interesse “em casar as crianças, quando são necessárias discussões sobre a educação e saúde das crianças”.

Grupos de defesa dos direitos das mulheres se juntaram ao coro contra as declarações da Diyanet, acusando-a de legitimar agressões sexuais contra as crianças.

O organismo de assuntos religiosos publicou de imediato um comunicado afirmando que “nunca aprovou nem aprovará os casamentos de crianças”, e que apenas se limitou a descrever a lei islâmica.

 

Com informações de: (1)
Tarciso Morais

Tarciso Morais

Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

Assine nossa newsletter...

Inscreva seu e-mail para receber atualizações diárias com as últimas notícias do Brasil e do mundo.

Fique tranquilo(a), assim como você, odiamos spam :) Você poderá remover seu e-mail a qualquer momento.

Deixe seu comentário...

Veja também...