- PUBLICIDADE -

Turquia rebate EUA e diz que Erdogan não é antissemita

Governo dos EUA impõe sanções contra ministros da Turquia
- PUBLICIDADE -

Turquia classificou as declarações dos EUA como “mentiras”.

O regime islâmico da Turquia chamou de “mentiras” as acusações de “antissemitismo” feitas pelo governo dos Estados Unidos contra o presidente Recep Tayyip Erdogan.

Em mensagem no Twitter, Omer Celik, porta-voz do AKP, partido governista, comentou:

“Acusar nosso presidente de antissemitismo é uma maneira ilógica e falsa de ver as coisas.”

Na última terça-feira (18), como noticiou a Renova, Washington condenou “veementemente os recentes comentários antissemitas do presidente Erdogan sobre o povo judeu e os consideram repreensíveis“.

Erdogan acusou Israel de “terrorismo” contra os palestinos, chamou os israelenses de “assassinos” que “matam crianças de cinco ou seis anos“.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -