- PUBLICIDADE -

Twitter exclui post de Noblat com incitação ao suicídio

Twitter exclui post de Noblat com incitação ao suicídio

“Se Trump optar pelo suicídio, Bolsonaro deveria imitá-lo”, escreveu Noblat.

- PUBLICIDADE -

Twitter apagou, neste domingo (10), uma publicação feita pelo jornalista Ricardo Noblat, que incitava o suicídio do presidente do BrasilJair Bolsonaro

A rede social considerou que a publicação violava as regras de uso da plataforma. 

Em seu tuíte, Noblat reproduziu o seguinte trecho da coluna “Saída para Trump: matar-se”, de Ruy Castro

“Se Trump optar pelo suicídio, Bolsonaro deveria imitá-lo. Mas para que esperar pela derrota na eleição? Por que não fazer isso hoje, já, agora, neste momento.” 

Por causa das publicações, como noticiou a RenovaMídia, o ministro da Justiça, André Mendonça, afirmou que vai solicitar à Polícia Federal (PF) a abertura de um inquérito para investigar os jornalistas. 

O crime de incentivo ao suicídio tem pena de 6 meses a 2 anos de prisão, que pode ser dobrada se a ação for praticada na internet.  

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -