- PUBLICIDADE -

Twitter faz papel de vítima após interferência na Índia

Twitter faz papel de vítima após interferência na Índia
- PUBLICIDADE -

Twitter marcou publicações dos líderes do partido governista da Índia.

O Twitter demonstrou preocupação, nesta quinta-feira (27), com a segurança de sua equipe de funcionários na Índia após interferir no cenário político do país.

Em um comunicado, o porta-voz da rede social afirmou:

“No momento, estamos preocupados com os eventos recentes relacionados aos nossos funcionários na Índia e à ameaça potencial à liberdade de expressão das pessoas que servimos.”

E acrescentou:

“Nós, junto com muitos da sociedade civil na Índia e em todo o mundo, temos preocupações com relação ao uso de táticas de intimidação pela polícia em resposta à aplicação de nossos Termos de Serviço globais.”

Dias antes, como noticiou a Renova, a polícia indiana entrou em um dos escritórios da rede social como parte de uma investigação contra manipulações feitas pela empresa em publicações do partido governista.

A nova crise começou após líderes do Partido Bharatiya Janata, do primeiro-ministro, Narendra Modi, compartilharem no Twitter partes de um documento destacando as falhas do governo durante a pandemia de coronavírus.

Os governistas disseram que o documento foi criado pelo principal partido de oposição no Congresso. 

O Parlamento da Índia, por outro lado, reclamou ao Twitter dizendo que o conteúdo era falso.

Em seguida, o Twitter marcou algumas das publicações dos líderes do partido governista da Índia como “mídia manipulada“.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -