Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

Twitter forma time de acadêmicos anti-Trump para combater “intolerância”

Tarciso Morais

Tarciso Morais

COMPARTILHE

A campanha do Twitter para estimular “conversas saudáveis” em sua plataforma com a ajuda de acadêmicos está enfrentando denúncias de viés anti-Trump.

Em mensagens publicadas anteriormente em suas contas pessoais, vários acadêmicos envolvidos no projeto do Twitter demonstraram ser críticos ferrenhos da administração Donald Trump.

A rede social continua a sofrer com acusações de preconceito contra conservadores continuam. Na semana passada, o Twitter foi criticado pelo presidente dos Estados Unidos e por parlamentares republicanos por restringir visibilidade de alguns perfis nos resultados de buscas.

Em um post no seu blog na semana passada, o Twitter anunciou que está trabalhando com especialistas para promover a “conversas saudáveis” na plataforma. Um grupo de seis acadêmicos analisará “câmaras de eco” que se formam em torno de discussões políticas no Twitter, gerando “incivilidade e intolerância” no microblog.

A Dra. Rebekah Tromble foi uma das escolhidas para fazer parte deste seleto time de acadêmicos.

‘Muito feliz em compartilhar as boas novas! Eu liderarei um dos dois projetos selecionados pelo Twitter para desenvolver e implantar métricas que ajudem a avaliar a saúde das conversas na plataforma’, ela declarou em seu perfil no twitter no dia 30 de julho.

No entanto, vários tuítes prévios da acadêmica foram altamente críticos em relação à administração Trump.

A Dra. Patricia Rossini e a Dra. Jennifer Stromer-Galley da Syracuse University também estão envolvidas no projeto. As duas acadêmicas também são críticas de Donald Trump no Twitter.

Gigantes da mídia social, como Twitter e Facebook, estão sob crescente escrutínio, especialmente após denúncias de censura contra contas de viés direitista. O Facebook, por exemplo, recentemente expurgou uma série de contas conectadas ao Movimento Brasil Livre (MBL).

Adaptado da fonte Fox News
- PUBLICIDADE -
Error: Embedded data could not be displayed.
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM
Error: Embedded data could not be displayed.