Ucrânia derruba jornal independente pró-Rússia

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Jornal tem criticado fortemente a administração do presidente Volodymyr Zelensky.

Um jornal independente da Ucrânia foi retirado do ar depois que o Conselho de Segurança e Defesa Nacional do país classificou-o como uma ameaça.

O site Strana.ua, um dos sites de notícias mais conhecidos do país, saiu do ar na última sexta-feira (20) depois que autoridades incluíram a empresa e seu editor, Igor Guzhva, em uma nova leva de sanções. 

Os provedores de serviços de rede do país começaram a bloquear o acesso ao domínio. 

Em um comunicado, os jornalistas do veículo disseram que continuariam a trabalhar após realocar seu conteúdo para um novo endereço da web.

Eles também criticaram a decisão de atingir “a maior publicação da oposição na Ucrânia com sanções“.

LEIA TAMBÉM: Ditadura de Belarus prende editora-chefe de jornal independente

O meio de comunicação, que é escrito em russo, tem criticado fortemente a administração do presidente Volodymyr Zelensky.

Ao defender a decisão, o secretário do Conselho de Segurança e Defesa Nacional da Ucrânia, Alexey Danilov, disse que a medida foi baseada em “documentos” mantidos pela agência de segurança SBU do país, a sucessora da KGB da União Soviética

No entanto, o secretário se recusou a divulgar a base das acusações.

O governo apenas disse que o editor do jornal, que fugiu para a Áustria em 2018 e mais tarde recebeu asilo por lá, e organizações ligadas a ele estavam sendo visadas porque “estão envolvidas em atividades ilegais no território de nosso país“.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.