Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

UE adverte que acordo com Mercosul exige proteção de indígenas

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
UE adverte que acordo com Mercosul exige proteção de indígenas

Bloco europeu pressiona o Brasil com base em invasão de terra indígena no Amapá não confirmada por forças de segurança.

A União Europeia afirmou, nesta terça-feira (30), que a proteção dos direitos de povos indígenas é um dos “elementos essenciais” para ratificação do acordo de livre comércio fechado há um mês entre o bloco e o Mercosul.

“A proteção dos direitos dos povos indígenas é subordinada aos princípios gerais” do acordo, afirmou representante europeia.

A declaração foi feita por um porta-voz da UE em reação à suposta invasão de garimpeiros na terra indígena Wajãpi, no oeste do Amapá. Exército Brasileiro, Funai, MPF e PF não encontraram indícios do ataque contra a tribo.

Em comunicado, o porta-voz europeu ressaltou que o tratado com o Mercosul exige a seus signatários “o respeito e a promoção dos princípios democráticos, direitos humanos e liberdades fundamentais, de acordo com a Declaração Universal dos Direitos Humanos e outros instrumentos internacionais”.

Entre eles se inclui a Declaração da Assembleia Geral da ONU sobre os direitos dos povos indígenas, de 2007, “votada pelos quatro países do Mercosul”, destacou.

“A cláusula sobre ‘Cooperação em princípios democráticos, direitos humanos e estado de direito’ é um elemento essencial do tratado”, acrescentou a UE, segundo o site UOL.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Comentários

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Outras Notícias