UE ajudando na realocação de refugiados da Venezuela pelo Brasil

A União Europeia (UE) decidiu doar 2,5 milhões de euros (R$ 10,6 milhões) para ajudar a relocar os refugiados venezuelanos em território brasileiro para cidades onde terão melhores condições de emprego e moradia.

As informações foram concedidas nessa quinta-feira (26) pelo chefe da Delegação da UE no Brasil, o embaixador João Cravinho.

Atualmente, a capital de Roraima, Boa Vista, e a cidade de Pacaraima, que faz fronteira com a Venezuela, são os principais destinos dos refugiados do país vizinho que procuram abrigo no Brasil.

Essas cidades porém não têm estrutura para abrigar as centenas de famílias da Venezuela que já chegaram e estão morando em abrigos e moradias cedidas pelas prefeituras e por instituições de defesa dos direitos humanos.

De acordo com informações do Diário do Poder:

Os recursos doados pela União Europeia estarão disponíveis até o início de junho, segundo o embaixador. Ele alertou que é preciso maior empenho de outras cidades brasileiras em favor da absorção dos refugiados. “Se houver umas 15 ou 20 cidades que possam receber 100 ou 150 pessoas, isso já faz uma diferença enorme”, disse.

Infelizmente, segundo Cravinho, até agora os números de transferência dos refugiados de Roraima para outros estados estão longe de atender às necessidades das famílias venezuelanas. Ele disse que algumas dezenas de refugiados se deslocaram para São Paulo e outras dezenas foram transferidos para Cuiabá. Há planos também para que várias pessoas se desloquem para Florianópolis e para outras uma ou duas cidades do país.

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *