- PUBLICIDADE -

UE preocupada com sucesso do governo direitista italiano

- PUBLICIDADE -

A União Europeia está aterrorizada com o novo governo direitista da Itália, temendo que ele possa inspirar a vitória de outras campanhas populistas no continente europeu.

“A velha classe dominante na Itália e na Europa quer abortar esse governo”, disse o político italiano Giancarlo Giorgetti. “A UE teme que, se tivermos sucesso na Itália, outros países nos sigam.”

“Eles não querem alimentar outros movimentos populistas”, acrescentou.

Giorgetti alertou que a União Europeia está tão chateada que pode começar a atacar os mercados financeiros da Itália nos próximos meses.

“Os mercados são povoados por fundos especulativos famintos que escolhem suas presas e atacam”, ressaltou. “No verão, os volumes de mercado são pequenos, você pode lançar as bases para iniciativas agressivas contra os países. Olhe para a Turquia.”

A Itália é apenas o mais recente capítulo de uma onda direitista na Europa: Áustria, Hungria e Polônia já instalaram governos eurocéticos.

O que a UE realmente teme é a Itália liderando uma coalizão de direita no continente europeu, cujos componentes foram reunidos nos últimos anos.

Por um lado, os países-membros da UE, particularmente os do Leste, têm resistido cada vez mais à tomada de poder do bloco europeu em seus assuntos internos.

O ministro italiano do Interior, Matteo Salvini, disse a uma multidão de 50 mil pessoas no mês passado:

Para vencer tivemos que unir a Itália, agora teremos que unir a Europa … estou pensando em uma ‘Liga das Ligas da Europa’, reunindo todos os movimentos livres e soberanos que querem defender seu povo e suas fronteiras.

 

Adaptado da fonte Newswars
PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -