- PUBLICIDADE -

UE sai em defesa da OMS após alerta de Trump

UE sai em defesa da OMS após alerta de Trump
- PUBLICIDADE -

UE entende que uma ação contra a OMS sobre a pandemia deve ser estudada “quando for a hora certa”.

A União Europeia manifestou, nesta terça-feira (19), seu apoio à Organização Mundial da Saúde (OMS). 

O posicionamento do bloco econômico europeu acontece após o presidente Donald Trump, dos Estados Unidos, ameaçar suspender permanentemente o financiamento da OMS por causa da má gestão da pandemia de coronavírus.

A porta-voz da diplomacia europeia, Virginie Battu, declarou:

“É hora de solidariedade, não de apontar o dedo, ou minar a cooperação multilateral […] A UE apoia os esforços da OMS.”

Battu acrescentou que, para a UE, “os esforços multilaterais são a única opção eficaz e viável para vencer esta batalha”, destaca a agência France-Presse.

Em uma carta ao diretor da OMS, Tedros Adhanom, o presidente norte-americano listou o que considera os “passos em falso” da organização e insta a “demonstrar independência da China”.

“Se a OMS não se comprometer com melhorias significativas nos próximos 30 dias, tornarei a suspensão temporária de fundos à OMS permanente e reconsiderarei a nossa participação na agência”, disse Trump, como noticiou a RENOVA.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -