- PUBLICIDADE -

UFRJ aprova concessão de honraria ao mandatário da China

Xi Jinping estimula o 'amor' de jovens pelo Partido Comunista da China
- PUBLICIDADE -

Xi Jinping comanda a China de forma rígida, com requintes de crueldade.

Um grupo de professores da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) pretende articular para que a instituição pública volte atrás da decisão de conceder o título de Doutor Honoris Causa a Xi Jinping, mandatário da China.

A honraria ao líder do Partido Comunista da China (PCC) foi aprovada em reunião do Conselho Universitário (Couni), em 10 de outubro de 2019.

De acordo com o jornal Gazeta do Povo, um professor, descontente com o título concedido, mas que prefere ficar no anonimato por medo de retaliações:

“Tudo foi feito sem ampla divulgação, e muito rapidamente, com os pedidos feitos no final de setembro e aprovados no começo de outubro; eles queriam convidar o Xi Jinping para estar na UFRJ já em novembro.”

Outro docente acrescentou:

“A UFRJ cassou com razão, em 2015, o título de Doutor Honoris Causa concedido a Emílio Garraztazu Medici, presidente do Brasil durante a ditadura militar. Não há coerência democrática em querer conceder, agora, o mesmo título a outro ditador, trocando um ditador de direita por outro de esquerda.”

Xi Jinping, de 66 anos, é o líder da China desde 2012. Sob seu regime, Pequim realiza um forte controle da educação e da liberdade de expressão, além de perseguir qualquer pensamento contrário ao do Partido Comunista. 

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -