Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch
Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch

UFRJ diz que tirar Museu Nacional das mãos do PSOL é autoritário

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

A Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) reagiu nesta sexta-feira (7) ao plano estudado pelo governo Michel Temer (MDB) de desvincular da instituição a gestão do Museu Nacional, destruído por um incêndio no domingo (2).

A reitoria da universidade, comandada por um dos fundadores do PSOL, afirmou que “qualquer medida dedicada a retirar da UFRJ o Museu Nacional representaria ato arbitrário e autoritário contra a autonomia universitária e a comunidade científica do país”.

A UFRJ também afirmou, por meio de nota, que no espaço não ocorre apenas a conservação do acervo, mas diversas outras atividades ligadas ao estudo e à pesquisa.

“Além da guarda da memória, da cultura do país e do mundo, ali se produz conhecimento, ciência de ponta reconhecida pela Capes com a nota 7, maior índice de avaliação possível para uma instituição acadêmica no Brasil”, disse a instituição.

Será que o acervo do Museu Nacional foi realmente conservado com zelo pela reitoria psolista?

Adaptado da fonte Folha

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email