Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Última facção jihadista começa a deixar região de Ghouta Oriental

COMPARTILHE
Capa: Bassam Khabieh\Reuters

O último grupo jihadista sírio presente em Ghouta Oriental começou a se retirar nesta segunda-feira (02) como parte de um acordo firmado com o Exército da Síria.

As informações são da Reuters Brasil:

O Jaish al-Islam, que vem defendendo Douma, cidade de Ghouta Oriental, de uma ofensiva feroz das forças do governo sírio apoiadas pela Rússia, não confirmou o acordo com Damasco.

Indicando divisões dentro do grupo, uma fonte militar síria disse à Reuters que alguns combatentes estão refutando o acordo e que o Exército usará a força a menos que o aceitem.

“Todos eles terão que concordar com o entendimento no fim”, afirmou a fonte.

Se confirmada, a partida do Jaish al-Islam de Douma marcará o fim da batalha por Ghouta Oriental, desmontando um bastião opositor próximo da capital Damasco e ressaltando a posição inatacável do presidente sírio, Bashar al-Assad, na guerra.

A televisão estatal da Síria disse que oito ônibus com 448 pessoas —combatentes e familiares— partiram de Douma até agora nesta segunda-feira rumo ao norte. Segundo a mídia estatal, os rebeldes devem ir para áreas próximas da fronteira turco-síria controladas por grupos da oposição.

O Observatório Sírio para os Direitos Humanos, um grupo de monitoramento da guerra, disse que dezenas de ônibus entraram em Douma na manhã desta segunda-feira para levar os rebeldes e suas famílias às cidades de Jarablus e Al-Bab, situadas no norte e perto da divisa com a Turquia.

As cidades estão localizadas em um cruzamento da fronteira turco-síria no qual Ancara criou uma zona-tampão controlada por seus militares e por combatentes aliados de grupos rebeldes do Exército Livre da Síria hostis a Assad.

Segundo a mídia estatal síria, o acordo determina que o Jaish al-Islam entregará armas de médio e grande porte e reconhecerá a restauração do controle de Damasco sobre Douma.

O governo perdeu o controle de Douma, o maior centro urbano nos arredores do leste da capital em mãos insurgentes, na fase inicial da guerra civil síria, hoje em seu oitavo ano.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários

PUBLICIDADE