Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

União Europeia amplia embargo de armas contra Venezuela

União Europeia amplia embargo de armas contra Venezuela
COMPARTILHE

EUA, União Europeia e muitos outros governos alegam que a reeleição de Maduro no ano passado não foi legítima.

Ministros de Relações Exteriores da União Europeia (UE) decidiram prolongar até 14 de novembro de 2020 um embargo de armas contra a Venezuela e a proibição de vendas de equipamentos que poderiam ser usados contra manifestantes. 

Em uma reunião realizada nesta segunda-feira (11), os ministros também estenderam um congelamento de ativos e as proibições de viagens para 25 funcionários da ditadura de Nicolás Maduro.

A UE diz que está mirando o regime Maduro devido a “persistentes ações que minam a democracia, o Estado de direito e o respeito aos direitos humanos”. 

Os ministros dizem que as sanções “são flexíveis e reversíveis” e não têm como alvo venezuelanos comuns, informa o jornal Gazeta do Povo.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários

PUBLICIDADE