Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

União Europeia amplia sanções contra a ditadura Maduro

União Europeia amplia sanções contra a ditadura Maduro
COMPARTILHE

UE afirma que os novos alvos das sanções estão envolvidos em “atos de tortura e outras violações graves dos direitos humanos”.

Em anúncio nesta sexta-feira (27), o Conselho Europeu da União Europeia (UE) acrescentou à lista de sanções “sete membros das forças de segurança e dos serviços de informação” da ditadura venezuelana de Nicolás Maduro.

Para oferecer uma resposta à “emergência humanitária” na Venezuela, a UE prevê a realização de uma conferência internacional no mês de outubro.

Entre as medidas restritivas anunciadas no comunicado estão a “proibição de viajar” a países do bloco e o “congelamento dos bens”.

Esta decisão da União Europeia faz “subir para 25 o número total de pessoas objeto de sanções face à situação na Venezuela”, e dá “prosseguimento direto à declaração emitida pela Alta Representante, em nome da UE”, em julho, informa a agência EBC.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários