Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

União Europeia fragilizada diante do avanço da direita mundo afora

União Europeia fragilizada diante do avanço da direita mundo afora
COMPARTILHE

As forças direitistas que avançam na Europa não poderiam imaginar, há algum tempo, que os dois principais líderes da União Europeia — Merkel e Macron — enfrentariam sérias dificuldades políticas ao mesmo tempo.

A chanceler alemã Angela Merkel acaba de passar o comando do partido União Democrática Cristã (CDU) à aliada Annegret Kramp-Karrenbauer, conhecida pelas iniciais AKK. Assim, Merkel evitou que o comando da CDU fosse para Friedrich Merz, que propõe ao partido uma guinada à direita.

O início da retirada de Merkel do centro da política alemã vem no momento em que o presidente da francês Emmanuel Macron é atingido em cheio pela reação dos “coletes amarelos” — acessório obrigatório dos motoristas na França, agora símbolo desta revolta, deflagrada pelo encarecimento do diesel, por meio de um “imposto verde”.

Durante vários fins de semana, estradas foram bloqueadas, vitrines terminaram estilhaçadas na Champs-Élysées. Nem o Arco do Triunfo foi poupado.

Macron recuou no imposto, anunciou aumento do salário mínimo e se penitenciou. As medidas tiveram um resultado positivo e contribuíram para a redução dos protestos dos coletes amarelos neste fim de semana, conforme noticiou a Renova.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários