Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Países da União Europeia querem enviar milhares de imigrantes ilegais para Finlândia

Tarciso Morais

Tarciso Morais

COMPARTILHE

As transferências são, em sua maioria, de imigrantes ilegais que tiveram pedido de visto recusado na Finlândia e foram tentar a sorte em outras nações da União Europeia.

Em 2015, cerca de 32 mil imigrantes ilegais chegaram à Finlândia, a maioria teve pedidos de asilo negados pelas autoridades do país.

No entanto, nem todos os rejeitados voltaram para seus países de origem – eles simplesmente continuaram a jornada para outras partes da Europa.

Como resultado, nos últimos anos, a Finlândia viu aumentar o número de pedidos de países querendo devolver os imigrantes cujo asilo já havia sido rejeitado.

Em 2015, as autoridades finlandesas foram convidadas a receber de volta 302 imigrantes. Um ano depois, em 2016, o número subiu para mais de 1.200. No início de dezembro deste ano, o número de pedidos de transferência confirmados foi de 2.287.

A maioria dos pedidos de devolução são de imigrantes muçulmanos do Iraque e do Afeganistão.

 

Com informações de: (1)
- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram