União Europeia preocupada com avanço da direita na Itália

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Após as eleições legislativas na Itália terem como protagonista o voto antissistema, a União Europeia (UE) está vendo sua estabilidade à prova.

Apesar de não serem aliados, o populista Movimento 5 Estrelas (M5S) e o partido direitista Liga Norte devem conquistar quase metade dos assentos no Parlamento. Com isso, as forças pró-europeias, por si só, não são uma maioria, o que sinaliza um forte avanço das forças eurocéticas.

A grande mídia diz que a ascensão da “extrema-direita” havia falhado em meados de 2017 com as derrotas de Geert Wilders, na Holanda, e da candidata Marine Le Pen, na França. Importante ressaltar que para os velhos veículos da imprensa, qualquer político que ouse se posicionar contra a agenda globalista é taxada de extremista de direita, ultranacionalista, etc.

Ontem (04), o que era outra preocupação para a UE se tornou um alívio. Os membros do partido social-democrata da Alemanha aprovaram por ampla maioria uma aliança com Angela Merkel, o que garantiu um quarto mandato para a chanceler. O golpe para Bruxelas, no entanto, veio dos eleitores italianos. Um cenário que poderia desafiar o caminho alcançado até agora pela Itália na União Europeia e abrir uma fenda na Europa.

A União Européia terá uma noite ruim …“, ironizou Marine Le Pen após a divulgação das primeiras pesquisas de boca de urna.

As consequências para o futuro da União são evidentes: junto com a Alemanha e a França, a Itália desempenha um papel fundamental na construção aberta de reformas, da Zona Euro ao novo Tratado de Dublin. Afastar-se do eixo franco-alemão poderia inexoravelmente empurrar a UE para o isolamento.

 

Com informações de: [Terra]

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.