Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Única girafa branca do Quênia é morta por caçadores

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Única girafa branca do Quênia é morta por caçadores
Imagem: Reprodução/Twitter

Os animais foram mortos há pelo menos quatro meses, mas os restos mortais foram encontrados recentemente.

A única girafa branca fêmea do Quênia e seu filhote de sete meses foram mortos por caçadores.

A informação foi confirmada, nesta terça-feira (10), por guardas florestais da reserva ambiental Ishaqbini Hirola, na região de Ijara, leste do país africano.

Após um chamado da comunidade local, que denunciou não ter visto as girafas brancas em muito tempo, os restos mortais dos animais foram encontrados na última quinta-feira (5).

As girafas brancas têm essa coloração por causa de uma condição conhecida como leucismo, produzindo um pigmento escuro nos seus tecidos moles, como os olhos.

Em nota divulgada à imprensa, Mohammed Ahmenoor, administrador da Ishaqbini Hirola, declarou:

“É um dia triste para a comunidade e para o Quênia como um todo. O assassinato das girafas brancas é um golpe nos passos dados pela comunidade na preservação de espécies raras e únicas, e um alerta para a importância do apoio contínuo aos esforços de conservação.”

Segundo o site UOL, o texto acrescentou:

“É uma perda de longo prazo, uma vez que os estudos em genética, feitos a partir de um investimento significativo de pesquisadores, foram para o ralo. Fora que a girafa branca também era um grande impulso ao turismo na área.”

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Comentários

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Outras Notícias