Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Única medalhista olímpica do Irã anuncia deserção do país

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Única medalhista olímpica do Irã anuncia deserção do país
COMPARTILHE

“Sou uma das milhões de mulheres oprimidas no Irã”, disse a medalhista olímpica.

A única mulher a conquista uma medalha olímpica pelo Irã está desertando o país. Ele acusa o regime seguir utilizando mulheres como ferramentas políticas. 

Kimia Alizadeh, atleta de 21 anos, ganhou uma medalha de bronze no taekwondo nas Olimpíadas de 2016, no Rio de Janeiro.

Em anúncio pelas redes sociais no último sábado (11), Alizadeh explicou os motivos da sua deserção, acusando o regime islâmico de hipocrisia, injustiça e opressão contra as mulheres.

“Sou uma das milhões de mulheres oprimidas no Irã, com quem o país brinca há anos”, escreveu em sua conta no Instagram.

Alizadeh não comentou os rumores de que disputaria as próximas Olimpíadas pelos Países Baixos nem falou sobre planos para o futuro, apenas reforçou a preocupação com o esporte e com a segurança no país, informa o jornal Gazeta do Povo.

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram