Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Universidades da Venezuela enfrentam escassez de alunos e professores

COMPARTILHE

Professores que não têm dinheiro para o ônibus que os leva às aulas, alunos que faltam porque precisam ficar na fila para comprar comida: a ditadura Maduro está paralisando as universidade públicas venezuelanas.

Desde março, a Universidade de Zulia (LUZ), com sede em Maracaibo (noroeste), reduziu a jornada para três dias por semana porque alunos, professores e funcionários têm dificuldades de comparecer.

“Trabalhamos todos os dias, mas nos organizamos para que cada professor, aluno e funcionário venha três vezes por semana”, disse à AFP Judith Aular, reitora encarregada da LUZ. Aulas on-line completam a carga horária.

Assim, tentam deter a crescente “fuga” de professores e estudantes, muitos ao exterior, diante da piora socioeconômica, segundo Aular.

“Permitimos aos professores buscar outra fonte de renda. Com o que ganham não podem manter a família”, acrescentou.

Desde 2016, na Universidade do Oriente, em Cumaná (leste), saíram 25% dos professores e 40% dos alunos, assegurou a reitora Milena Bravo.

Os professores mais experientes, que trabalham em tempo integral, ganham 3,9 milhões de bolívares por mês (10 dólares na cotação do mercado negro), que dão para cinco quilos de carne.

O “dólar negro” é referência de muitos produtos importados por conta da escassez de divisas, que o Estado monopoliza.

Danilo Fuenmayor, que recentemente terminou seus estudos de Economia na LUZ, se diz aliviado de que ao final só tivesse que ir três dias. Precisava caminhar três quilômetros porque não tinha dinheiro para o ônibus.

“Da minha faculdade saíram 15 professores, o carro da minha orientadora quebrou e ela não conseguiu consertar. O transporte não funciona”, enumerou Fuenmayor, de 23 anos, à AFP.

 

Com informações de: [IstoÉ]

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários

PUBLICIDADE