USP, Unicamp e mais oito universidades com aulas suspensas

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Faculdades e escolas por todo o Brasil cancelaram suas atividades nesta segunda-feira em razão da paralisação dos caminhoneiros.

A Universidade de São Paulo (USP) e a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) anunciaram a suspensão de atividades acadêmicas por causa dos reflexos da greve dos caminhoneiros. Ao menos mais oito universidades públicas também cancelaram as aulas.

A USP comunicou na noite deste domingo (27) que as atividades da graduação estão suspensas nesta segunda, terça e quarta-feira. Para a pós-graduação e extensão, cada unidade irá decidir sobre a realização das aulas. Já a Unicamp, que havia suspendido as atividades na sexta-feira manteve a decisão.

De acordo com informações da VEJA:

Outras universidades, como a Federal de Minas Gerais (UFMG), de Santa Catarina (UFSC), do Rio de Janeiro (UFRJ), de Brasília (UNB), da Bahia (UFBA), Paraná (UFPR), do Sergipe (UFS) e Rio Grande do Norte (UFRN) também cancelaram as atividades desta segunda-feira.

Na sexta, ao menos 11 universidades públicas também haviam suspendido parcial ou totalmente as atividades acadêmicas e administrativas. Em oito instituições, as aulas foram canceladas e em outras duas, a reitoria recomendou que os professores não aplicassem atividades de avaliação.

O mesmo acontece na rede privada, onde as aulas foram suspensas pelas Estácio de Sá, PUC-RS e Faculdade Getúlio Vargas (FGV), nas unidades de Campinas, Piracicaba, Americana e Jundiaí.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.