Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Usuária do TikTok é condenada no Egito por ‘incitar libertinagem’

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Usuária do TikTok é condenada no Egito por 'incitar libertinagem'

Essa é a terceira vez na semana que uma cidadã egípcia é sentenciada sob acusação semelhante.

Um Tribunal na cidade de Tanta, no sul do Egito, condenou uma jovem a 3 anos de prisão e a pagar multa de US$ 18,75 mil por “incitar a libertinagem” através de publicações no aplicativo TikTok.

A condenada foi Manar Samy, que havia sido presa em 1º de julho, após ter sido denunciada pela Promotoria-Geral egípcia.

O órgão considerou que ela pretendia “chamar a atenção e ganhar dinheiro” com os vídeos que postava no TikTok.

Samy é a terceira das chamadas “garotas do TikTok” a ser condenada nesta semana, depois que diversas usuárias de aplicativos populares foram detidas desde março deste ano, destaca o jornal Estadão.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email