- PUBLICIDADE -

Usuários do Twitter podem ser presos e processados na Nigéria

Usuários do Twitter podem ser presos e processados na Nigéria
- PUBLICIDADE -

"A missão do Twitter na Nigéria é muito suspeita", diz o governo.

Empresas de telecomunicações da Nigéria bloquearam, neste sábado (5), o acesso de usuários ao Twitter.

Uma diretriz do governo passou a suspender a rede social dos Estados Unidos por tempo indeterminado após a empresa censurar publicações do mandatário nigeriano, Muhammadu Buhari, em que ele ameaçava punir separatistas.

O ministro da Informação, Lai Mohammed, acusou o gigante da mídia social de “padrões duplos“. 

A missão do Twitter na Nigéria é muito suspeita“, disse Mohammed, em uma entrevista coletiva na última quarta-feira (2), após o tuíte de Buhari ter sido excluído.

No entanto, mesmo após o banimento da rede social, de acordo com o jornal The New York Times, ativistas nigerianos conseguiram continuar postando publicações usando servidores privados.

Muitos deles usaram a hashtag “Thank God for VPN” (“grato a Deus pelo VPN”, na tradução livre).

Agora, segundo a emissora CNN, o procurador-geral e ministro da Justiça da Nigéria, Abubakar Malami, ordenou que os promotores federais devem prender e processar os nigerianos que continuarem utilizando o aplicativo.

Veja também:

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -