Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

Vacina contra coronavírus não será obrigatória, diz Ministério da Saúde

Em coletiva de imprensa, governo disse que imunização deve começar em janeiro de 2021.

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Thalles Sousa, Agente de Pesquisas do IBGE
COMPARTILHE

O debate sobre a obrigatoriedade de uma possível imunização contra o coronavírus está em alta desde que o presidente da República, Jair Bolsonaro, disse que “ninguém pode obrigar ninguém a tomar vacina”. 

Durante coletiva de imprensa do Ministério da Saúde, nesta quarta-feira (2), o secretário-executivo Élcio Franco Filho disse que a vacina é “um grande instrumento para voltarmos à nossa normalidade”.

No entanto, o secretário reafirmou que ninguém será obrigado a tomar a vacina.

Ele disse ainda que o primeiro lote da vacina do consórcio Oxford/Astrazeneca deve ser distribuído no Brasil em janeiro de 2021:

“É o projeto mais avançado e reconhecido. Todos os esforços estão sendo feitos. A previsão é que os primeiros lotes estarão sendo entregues em janeiro de 2021, se tudo der certo.”

Segundo a rádio Jovem Pan, Franco Filho completou:

“A partir da absorção da tecnologia pela Fiocruz, eles terão independência científica e capacidade de produzir as vacinas a partir do final do primeiro semestre de 2021, em torno de 30 a 40 milhões de doses ao mês.”

- PUBLICIDADE -
Error: Embedded data could not be displayed.
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM
Error: Embedded data could not be displayed.