Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Vale perde R$ 59 bilhões de valor após tragédia em Brumadinho

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Vale perde R$ 59 bilhões de valor após tragédia em Brumadinho

Diversas casas de análise revisaram as recomendações para a Vale após o desastre, enquanto a S&P colocou o rating da companhia em revisão.

Como esperado, a sessão é de forte queda para o Ibovespa, com os olhos dos investidores brasileiros focados na tragédia ocorrida em Brumadinho por conta do rompimento de uma barragem da mineradora.

A tragédia do rompimento da barragem em Minas Gerais ainda está sendo digerido pelo mercado, com os ADRs da Vale chegando a ter uma derrocada de 19% após caírem 8% na sexta-feira.

Na B3, os ativos da Vale ficaram em leilão por cerca de meia hora, para abrirem em forte baixa de 19,98%, a R$ 44,93. Com essa queda, a companhia perde cerca de R$ 59,29 bilhões de valor de mercado, informa o site “InfoMoney”.

O site especializado no mercado financeiro apresentou mais informações:

Depois do rompimento da barragem, diversas casas de análise passaram a revisar a recomendação para os papéis da companhia, caso do Jefferies, Macquarie, HSBC e do BMO, que reduziram a recomendação de compra para o equivalente à manutenção. Os papéis estão sob revisão de recomendação pelo Bank of America Merrill Lynch.

Vale destacar que a agência de classificação de risco Standard & Poor’s colocou a Vale em CreditWatch com implicações negativas, dizendo que a empresa poderia enfrentar multas e a possível perda de sua licença para operar na região afetada pelo rompimento da barragem.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Comentários

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Outras Notícias