Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

‘Valeixo saiu a pedido próprio’, diz Eduardo Bolsonaro

‘PT reagrupa a sua própria milícia’ diz Eduardo Bolsonaro
COMPARTILHE

Deputado criticou “boa parte da mídia” por insistir em “dizer que foi interferência” de Bolsonaro a demissão de Valeixo.

O deputado federal Eduardo Bolsonaro quebrou o silêncio, nesta sexta-feira (24), sobre a exoneração do diretor-geral da Polícia Federal (PF), Maurício Valeixo.

Em mensagem no Twitter, Eduardo disse que o presidente da República, Jair Bolsonaro, afirmou que Valeixo pediu para ser demitido.

O parlamentar acrescentou que “boa parte da mídia insiste em dizer que foi interferência” de Bolsonaro.

A narrativa de Eduardo não foi confirmada pelo agora ex-ministro Sergio Moro em seu discurso de demissão.

Moro demonstrou repúdio com a exoneração de Valeixo e enfatizou que o delegado não queria deixar o cargo de diretor-geral da PF.

“O grande problema [com a troca] é que estaria claro que haveria ali uma interferência política na PF”, disse Moro, como noticiou a RENOVA.

Confira o tuíte de Eduardo Bolsonaro:

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários

PUBLICIDADE