Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

‘Vamos atender 100% o Paulo Guedes’, diz Bolsonaro sobre vetos

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Guedes entende 'angústia' de Bolsonaro com presidente do BNDES
COMPARTILHE

“Conversei com Paulo Guedes de manhã, a Economia está trabalhando na questão dos vetos”, diz Bolsonaro.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, afirmou, nesta segunda-feira (11), que vai atender o pedido do ministro da Economia, Paulo Guedes, para vetar o trecho da lei de auxílio a estados e municípios que flexibiliza o congelamento de salário para algumas categorias do funcionalismo público.

Em conversa com a imprensa no Palácio da Alvorada, em Brasília, Bolsonaro declarou:

“Conversei com Paulo Guedes de manhã, a Economia está trabalhando na questão dos vetos. Vamos atender 100% o Paulo Guedes. Tivemos alguns pedidos que não foram aceitos. Teve pedido de tempo.”

Bolsonaro disse que a lei deve ser sancionada com os vetos na próxima quarta-feira (13). 

O prazo foi estipulado por causa dos desdobramentos que o veto terá sobre novos alunos da academia da Polícia Federal (PF). 

Com o congelamento dos salários até dezembro de 2021, os alunos só poderão começar a cursar a partir de 2022. 

Bolsonaro explicou:

“Seria uma injustiça deixar esse pessoal do lado de fora, esses 500 novos policiais federais. Não tem nada de despesa em maio. Reajuste não está previsto para ninguém. É para que eles possam cursar. Era para ter começado já esse curso. Atrasou, porque ministro [da Justiça] anterior [Sergio Moro] quis que o novo curso esperasse a pandemia. Nesse esperar, apareceu esse projeto. Se a gente sancionar agora, esse jovens alunos poderão ter que adiar para 2022 o início do curso. Por isso, não resolvemos a questão do veto ou não veto hoje. Acho que até quarta-feira dá para acertar tudo.”

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM