Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Vaticano em Hong Kong foi alvo de ataque hacker da China

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Vaticano pede à China garantia à independência dos sacerdotes
Imagem: Reprodução/Twitter

O relatório aponta que essa ação dos hackers chineses foi muito “sofisticada”.

Hackers ligados ao regime comunista da China teriam feito um ataque cibernético contra a rede de informações do Vaticano em Hong Kong.

O jornal “The New York Times” citou dados de um relatório criado pela empresa norte-americana Recorded Future, que monitora ações de cibercriminosos internacionais que são apoiados por governos federais.

Os ataques atingiram a Holy See Study Mission, considerada uma das missões mais estratégicas da Igreja Católica no mundo, e que tem relações diretas com as dioceses chinesas.

Além dessa missão, também foram detectados ataques contra o Instituto Pontifício para Missões Estrangeiras (Pime).

Questionado sobre a denúncia, de acordo com a agência ANSA, um dos porta-vozes do Ministério das Relações Exteriores da China, Wang Wenbin, afirmou que, antes de tudo, “precisam ser fornecidas provas suficientes sobre o que é investigado e determinar a natureza dos incidentes de cibersegurança”.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email