PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Vazamento comprova que China manipulou informações sobre pandemia

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

A autenticidade do conteúdo vazado por hackers foi checada por jornalistas.

PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Um grupo hacker autointitulado “PCC sem máscara” confirmou responsabilidade por obter e vazar milhares de documentos secretos do regime comunista da China

Os dados foram publicados, no último sábado (20), pelo jornal norte-americano The New York Times e pela organização de jornalismo investigativo ProPublica

O vazamento inclui 3,2 mil comunicados e 1,8 mil memorandos internos do regime chinês.  

Os documentos mostram como Pequim atuou para moldar a opinião pública e controlar a narrativa sobre a pandemia do coronavírus

China censurou informações sobre coronavírus na internet por semanas

O material vazado pelos hackers contém mensagens enviadas por censores chineses com ordens para que sites de notícias e redes sociais manipulassem conteúdos sobre a Covid-19

Os documentos também mostram que o Partido Comunista Chinês (PCCh) chegou a ordenar que fossem feitos milhares de comentários falsos em redes sociais enfatizando a necessidade de discrição sobre o assunto. 

Em mensagem enviada a sites e aplicativos de notícias, o regime deixa claro: 

“Não use notificações pop-up para quaisquer notícias negativas sobre a prevenção e controle da nova epidemia de coronavírus.” 

Pequim acrescenta: 

“Notícias negativas sobre a prevenção e o controle da ‘nova epidemia de pneumonia coronária’ não podem aparecer em todos os sites, clientes e outras novas mídias e plataformas de aplicativos. Se for necessário relatar, use apenas as informações oficiais do Diário do Povo, Agência de Notícias Xinhua, CCTV, Comissão de Saúde, Ministério das Relações Exteriores e outros departamentos relevantes, bem como os departamentos relevantes da Província de Hubei e da cidade de Wuhan. Nosso escritório intensificará as inspeções e a supervisão e, se forem encontradas violações de notificações pop-up, elas serão tratadas imediatamente. O conteúdo das instruções acima deve ser implementado de forma rápida e estritamente confidencial.” 

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.