- PUBLICIDADE -

Vendas de antidepressivo no Brasil aumentam 17% na pandemia

Vendas de antidepressivo no Brasil aumentam 17% na pandemia

“Isso mostra o impacto da pandemia na saúde mental das pessoas”, diz especialista.

- PUBLICIDADE -

Em meio à pandemia de coronavírus, um levantamento inédito do Conselho Federal de Farmácia (CFF) indicou um acréscimo de 17% nas vendas de antidepressivos e estabilizadores de humor em 2020.

Medo da infecção, mudanças na rotina, incertezas e o isolamento social estão entre fatores que levaram mais pessoas aos consultórios de psiquiatras.

Os profissionais da área seguem alertando sobre a necessidade de observar sintomas como alterações no sono, ansiedade e desânimo, e de buscar ajuda ao sentir impactos na saúde mental.

Wellington Barros, consultor do CFF e professor da Universidade Federal de Sergipe (UFS), explicou:

“Verificamos o consumo nos períodos de 2018 em relação a 2017, 2019 a 2018, 2020 a 2019. Este último levantamento teve um aumento significativo de venda de remédios para transtornos de humor e psicotrópicos de 17%.” 

Barros completou:

“Em 2019, tinha sido de 12% e, em 2018, de 9%. Isso mostra o impacto da pandemia na saúde mental das pessoas.”

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -