PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Venezuela acusa CIA de usar Brasil e Colômbia para matá-lo

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

“Vieram preparar um plano para atentar contra minha vida”, diz Maduro sobre a CIA.

PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

O ditador Nicolás Maduro, da Venezuela, acusou, no último sábado (3), o governo dos Estados Unidos de desenvolver um plano para tirar sua vida.

Maduro disse que a visita recente do diretor da CIA, a agência de inteligência dos EUA, ao Brasil e Colômbia teve como objetivo a finalização dos “preparativos” para seu assassinato.

De acordo com o jornal El País, na última sexta-feira (2), Maduro declarou:

“Nossas fontes na Colômbia nos asseguram – e são fontes confiáveis que sempre nos disseram a verdade – que vieram preparar um plano para atentar contra minha vida e contra a vida de importantes líderes políticos e militares da Venezuela.”

E acrescentou:

“Para isso veio Craig Faller e o diretor da CIA para a Colômbia, e para isso também visitaram o Brasil: para finalizar os preparativos e voltar com um plano violento.”

Citado por Maduro, Craig Faller é um almirante da Marinha dos EUA responsável pelo Comando Sul.

Dias atrás, como noticiou a Renova, o diplomata de carreira William J. Burns, diretor da CIA, teve um encontro com autoridades do governo Jair Bolsonaro, em Brasília.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.