Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch
Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch

Venezuela compra petróleo da Rússia para dar a Cuba

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

A petrolífera estatal venezuelana PDVSA adquiriu cerca de 440 milhões de dólares em petróleo russo e enviou diretamente para a ditadura cubana com condições de pagamento bastante amigáveis – muitas vezes ficando no prejuízo.

As remessas são as primeiras instâncias documentadas de petróleo comprado pela Venezuela para abastecer aliados regionais, ao invés de vendê-lo a partir de suas próprias vastas reservas.

O ditador venezuelano Nicolás Maduro tomou a decisão de enviar petróleo para Cuba mesmo com a situação extremamente delicada no país.

As compras de petróleo no mercado aberto para subsidiar um dos poucos aliados remanescentes da Venezuela ressaltam o crescente isolamento global de Maduro e a desintegração do setor energético venezuelano.

As compras ocorreram quando a produção de petróleo da Venezuela atingiu uma baixa de 33 anos no primeiro trimestre deste ano – uma queda de 28% em 12 meses. As refinarias do país estão operando com um terço da capacidade e seus trabalhadores estão se demitindo aos milhares.

O petróleo que a PDVSA adquiriu para Cuba era da região dos Urais na Rússia, uma variedade bem adequada para refinarias cubanas construídas a partir de equipamentos da era soviética.

 

Traduzida e adaptada da Reuters

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email