- PUBLICIDADE -

Venezuela denuncia invasão de sedes diplomáticas nos EUA

Venezuela denuncia invasão de sedes diplomáticas nos EUA
- PUBLICIDADE -

Ditadura da Venezuela denunciou nesta segunda-feira (18) a ocupação de várias sedes diplomáticas nos Estados Unidos por parte da oposição.

Juan Guaidó, presidente interino da Venezuela, classificou o gesto como uma fragilidade do ditador Nicolás Maduro.

A Chancelaria da Venezuela afirmou que as sedes diplomáticas do país estão sendo “ocupadas de maneira forçada por parte de pessoas que contam com o apoio público do governo americano e atuam como seus agentes”, informa a agência EFE.

Nesta segunda-feira (18), Carlos Vecchio, indicado pelo presidente interino Juan Guaidó como embaixador nos EUA, assumiu em nome do governo opositor três sedes diplomáticas nos Estados Unidos: duas sedes militares em Washington e o consulado venezuelano em Nova York.

Vecchio anunciou o ato no Twitter, onde também publicou fotos da cerimônia de posse.

Maduro respondeu exigindo que a Casa Branca “cumpra suas obrigações” e “tome as medidas necessárias para reverter de maneira imediata tal ocupação forçada, cumprindo o previsto na Convenção de Viena”.

A diplomacia chavista ainda afirmou que, se o governo americano persistir no “descumprimento de suas obrigações internacionais”, reservará o direito de tomar “ações legais e recíprocas correspondentes” no país.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -