PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Venezuela pede ao Brasil extradição de militares desertores

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

O regime venezuelano acusa os ex-militares de serem responsáveis por “graves delitos comuns” praticado na fronteira entre os dois países.

A ditadura da Venezuela solicitou, nesta quinta-feira (2), a Augusto Aras, Procurador-Geral da República (PGR) do Brasil, a extradição de militares desertores que estariam envolvidos em um ataque a um quartel perto da fronteira entre os países.

Segundo o ofício do Ministério Público venezuelano, uma investigação apontou crimes cometidos pelos ex-militares, como o roubo de material de guerra que seria utilizado posteriormente em ações terroristas.

Os militares foram localizados pelo Exército Brasileiro durante missão de reconhecimento e patrulhamento na área de fronteira na terra indígena de São Marcos, nordeste de Roraima, no dia 26 de dezembro.

No ofício ao procurador-geral, segundo a agência EBC, a Venezuela baseia o pleito no tratado de extradição entre os dois países, celebrado em 1938. 

O regime chavista argumenta no documento que não seria aplicável o processo de refúgio, pois os ex-militares teriam cometido “graves delitos comuns”.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.