- PUBLICIDADE -

Venezuela perde toneladas de ouro após calote no Deutsche Bank

Venezuela perde toneladas de ouro após calote no Deutsche Bank

- PUBLICIDADE -

Enquanto o regime Maduro segue dando calote em instituições financeiras, o Deutsche Bank não quis comentar o caso, nem o Banco Central da Venezuela.

A ditadura da Venezuela perdeu cerca de 20 toneladas de ouros de suas reservas após apresentar o valor como garantia em um acordo de empréstimo no valor de US$ 750 milhões com o Deutsche Bank.

O empréstimo foi assinado em 2016 e deveria ser pago até 2021, mas o incumprimento no pagamento de juros fez a instituição liquidar o contrato com o regime de Nicolás Maduro.

Esta foi a segunda vez em 2019 que Maduro deixou de honrar dívidas com instituições financeiras internacionais.

No mês de março, o regime chavista deixou de honrar um empréstimo lastreado em ouro junto ao Citigroup no valor de US$ 1,1 bilhão.

Apesar de a ditadura Maduro estar cada vez mais sem acesso a financiamento internacional em virtude de sanções, a Venezuela conseguiu no mês passado US$ 570 milhões com venda de ouro, informa o Estadão.

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -