Venezuela diz que Peru não tem poder para barrar Maduro

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Representante da ditadura da Venezuela declarou nesse domingo (18) que o Peru carece de poderes para vetar a participação do ditador Nicolás Maduro na Cúpula das Américas.

O chanceler venezuelano, Jorge Arreaza, disse em carta enviada à sua contraparte peruana Cayetana Aljovín:

Não está atribuída, de forma alguma, à República do Peru, nem a nenhum outro Estado, a faculdade de decidir sobre a participação de nenhum Estado membro e fundador das reuniões da Cúpula das Américas.

Portanto, acrescentou o ministro, “não existe impedimento de nenhuma natureza para que a Venezuela” participe do encontro em 13 e 14 de abril.

Dias atrás, a primeira-ministra do Peru avisou que Nicolás Maduro estava proibido de entrar no país.

No entanto, a ditadura venezuelana parece estar disposta a bater de frente com o governo peruano:

Confirmamos que o presidente Nicolás Maduro Moros assistirá pontualmente (…) à cidade de Lima como representante do Povo Bolivariano da Venezuela“, destacou a nota de resposta chavista.

Segundo o chanceler Arreaza, ao Peru, como anfitrião, “só corresponde estender a cortesia do convite aos dignatários, organizar a reunião e oferecer as facilidades logísticas de segurança e resguardo aos participantes, além de garantir as imunidades e privilégios respectivos“.

Para Caracas, o governo peruano, com “evidentes motivações políticas/ideológicas“, está incorrendo em um “desrespeito aos princípios elementares do direito internacional público“.

Com informações de: [BOL]

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.