PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Venezuela rejeita resolver disputa territorial com Guiana na Justiça

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

A ditadura da Venezuela rejeitou nesta segunda-feira (18) participar do processo movido pela Guiana perante a Corte Internacional de Justiça (CIJ) para resolver a disputa territorial sobre o território do Essequibo.

Representado pela vice-presidente Delcy Rodriguez e pelo ministro das Relações Exteriores Jorge Arreaza, a ditadura venezuelana expressou sua decisão durante uma reunião convocada pela CIJ em Haia.

De acordo com informações do BOL:

No comunicado divulgado nesta segunda-feira, a Venezuela pede que a Guiana “retome as negociações de boa-fé com a mais ampla, sincera e melhor disposição para chegar a um acordo prático e satisfatório para ambas as partes”.

A Venezuela reivindica soberania sobre a região de Essequibo, rica em minerais e florestas, e que abrange uma zona marítima com importantes recursos petrolíferos.

A Guiana, uma ex-colônia britânica, sustenta que o limite do território foi estabelecido em 1899 por um tribunal de arbitragem, que nunca foi reconhecido pela Venezuela.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.