Português   English   Español

Venezuelanos tentam sobreviver vendendo produtos na Colômbia

Marlon Carrillo (R) organizes the fruits bought in Venezuela as he waits for customers in Cucuta, Colombia December 15, 2017. REUTERS/Carlos Eduardo Ramirez
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Centenas de vendedores estão dormindo nas ruas da cidade venezuelana fronteiriça de San Antonio, e o aumento da quantidade de ambulantes do lado colombiano está revoltando os lojistas locais.


A fronteira porosa de cerca de 2.220 quilômetros há anos fervilha de contrabandistas devido às diferenças enormes de preços, causadas pelos controles impostos pela ditadura socialista da Venezuela.

Mas nos últimos três meses disparou o número de venezuelanos que migram para a área fronteiriça e passam os dias indo de porta em porta para tentar vender produtos de baixo custo na Colômbia.

A onda de vendedores ambulantes é um indício de como um quarto ano de recessão – que vem fomentando desnutrição, doenças e crimes violentos – está rompendo o tecido social do país.

Enquanto isso, o ditador Nicolás Maduro ameaça fechar fronteiras para impedir que cidadãos consigam obter algum tipo de comida ou dinheiro.

Com informações de: (1)

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...