Venezuelanos fogem para Colômbia por ‘corredor humanitário’

Idiomas:

Português   English   Español
Venezuelanos fogem para Colômbia por 'corredor humanitário'
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Ao menos 5 mil venezuelanos cruzaram a fronteira para a Colômbia por um “corredor humanitário” aberto temporariamente pela Venezuela.

Após mais de duas semanas de fechamento da fronteira, a autoridade migratória colombiana informou que a divisa foi reaberta temporariamente pelas autoridades da ditadura de Nicolás Maduro.

A medida possibilitou que mais de 3 mil menores venezuelanos voltassem às aulas e cerca de 800 adultos recebessem assistência médica na Colômbia.

Milhares de venezuelanos e colombianos estudam, trabalham ou fazem compras de um lado ou outro da fronteira.

A decisão de reabrir temporariamente a fronteira foi tomada por Maduro após os quatro dias de pane elétrica que assola a Venezuela. Aulas e jornadas de trabalho seguem suspensas no país.

Os cidadãos cruzaram a fronteia assim que a Guarda Nacional Bolivariana liberou a passagem pelas pontes internacionais Simón Bolívar, La Unión e Francisco de Paula Santander, que unem a Venezuela ao departamento colombiano de Norte de Santander, informa a AFP.

Newsletter RENOVA

Receba diariamente as últimas notícias do Brasil e do Mundo.

Curta, siga e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on google
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email
SIGA A RENOVA NO TWITTER

Deixe seu comentário...

Veja também...