Venezuelanos já são maior grupo a pedir asilo nos EUA

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Em 2017, 28 mil pedidos foram feitos, 50% a mais do que o ano anterior; muitos têm a solicitação negada e são obrigados a voltar para a Venezuela ou partir para outros países.

A ditadura da Venezuela tem se tornado cada vez mais autoritária e o país vive um colapso completo.

Pelo critério de país de origem, os venezuelanos hoje compõem o maior grupo de pessoas em busca de asilo nos Estados Unidos. Apesar disso, são mais rejeitados a cada dia e obrigados a retornar ao país ou se juntar aos mais de 2 milhões que se tornaram refugiados em outros países.

Cerca de 28 mil pedidos de asilo venezuelanos, alguns para mais de uma pessoa, foram submetidos em 2017 por pessoas dentro ou fora do território americano. Foi 50% a mais do que no ano anterior e cinco vezes mais do que em 2015. Milhares mais têm feito alegações “defensivas” para evitar a deportação, depois que seus vistos expiram que suas petições iniciais são rejeitadas.

Pedidos de asilo normalmente demoram até quatro anos para ser finalizados, embora a administração Donald Trump tenha acelerado o processo como parte de uma política ampla de aumento da fiscalização sobre a imigração.

No ano passado, ao menos 250 venezuelanos foram deportados, 36% a mais em relação ao ano anterior. Neste ano, ao menos 258 foram deportados no primeiro semestre e outros 265 estão detidos como Tijera, aguardando a deportação.

 

Adaptado da fonte Estadão

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.