Português   English   Español

Venezuelanos morrem em brigas no Mato Grosso e em Roraima

Venezuelanos morrem em brigas no Mato Grosso e em Roraima
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Dois imigrantes venezuelanos morreram num intervalo de dois dias após envolvimento com brigas no Brasil, em Boa Vista (RR) e Cuiabá (MT).


Com a entrada em massa de refugiados do país vizinho no Brasil, crimes envolvendo venezuelanos -como vítimas ou autores- aumentaram.

A morte mais recente ocorreu nesta segunda-feira (1) no HGR (Hospital Geral de Roraima), em Boa Vista. O venezuelano Raul Eduardo Benko Maican, 25, morreu depois de ficar oito dias internado após uma briga em um bar. Testemunhas relataram à polícia que ele e um amigo -cujo nome não foi revelado- foram atacados e tentaram se defender quando deixavam o estabelecimento, no bairro Cidade Satélite, periferia da capital roraimense.

Atacado a pauladas e pedradas, Maican foi socorrido inconsciente pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) ao HGR, onde ficou internado até a morte. O outro venezuelano também se feriu na briga e foi encaminhado ao hospital, onde continuava internado nesta quarta-feira (3). Ninguém foi preso pelo crime.

Já no último sábado (29), Francisco Javier Belisário Gomes, 33, foi morto a facadas também num bar em Cuiabá (MT), no bairro Bela Vista. Diferentemente do ocorrido em Boa Vista, o suspeito do crime, Brito Antonio Gomes Rodrigues, 21, também venezuelano, foi mantido no local por outros clientes do bar e preso, com a faca utilizada no crime.

Gomes apresentava sangramento no abdome e, quando o Samu chegou ao local, já tinha morrido, vítima de quatro facadas. Outros dois venezuelanos estavam com ele no local. Nos dois casos, a motivação dos crimes será investigada pela Polícia Civil. Rodrigues está na Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa da capital mato-grossense.

Entre abril e setembro, 140 venezuelanos buscaram refúgio no Mato Grosso. A morte de Gomes foi a primeira no estado envolvendo venezuelanos.

 

Adaptado da fonte Gazeta do Povo

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...