Português   English   Español
Português   English   Español

Venezuelanos repatriados já falam em voltar para o Brasil

Venezuelanos repatriados já falam em voltar para o Brasil
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Refugiados estão usando acordo de repatriação fechado entre Nicolás Maduro e a governadora de Roraima para rever família e depois regressar ao Brasil.

Há duas semanas, a governadora de Roraima, Suely Campos (PP), foi a Caracas e fechou um acordo para ajudar o ditador Nicolás Maduro na repatriação de refugiados. O pacto é parte do programa “Volta à Pátria”, feito pelo chavismo para melhorar a imagem do governo.

Em Boa Vista, porém, muitos que aderiram ao programa dizem que usarão a viagem de volta para rever a família e depois voltar ao Brasil.

O projeto “Volta à Pátria” foi criado em agosto. Mas, segundo refugiados que não quiseram se identificar, a volta não é fácil.

Os ônibus que levam os imigrantes de Boa Vista são direcionados até a Guarda Nacional, de lá, eles são enviados para as cidades onde vivem. A ajuda termina aí.

Com isso, a maioria teme sair de uma situação ruim para voltar a passar fome na Venezuela.

Outro problema é que muitos temem represálias. “Os que chegam são obrigados a jurar a bandeira e prometer que não sairão mais, sob a pena de ter seus carnês da pátria tomados”, disse um deles.

A situação na fronteira continua tensa. Todos os dias, mais de 800 venezuelanos entram em Roraima, que já recebeu, segundo a Polícia Federal, mais de 72 mil pedidos de refúgio.

 

Adaptado da fonte Estadão

Compartilhe...

Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
Share on reddit
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...

Curta a RENOVA!