Português   English   Español
Português   English   Español

Véu islâmico proibido em instituições públicas na Tunísia

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Véu islâmico proibido em instituições públicas na Tunísia

A decisão acontece depois de três ataques suicidas em uma semana, todos reivindicados pelo Estado Islâmico.

O governo da Tunísia proibiu o uso do niqab — véu islâmico que cobre o rosto, com exceção dos olhos, e o cabelo — em instituições públicas por questões de segurança.

A decisão foi tomada nesta sexta-feira (5) pelo primeiro-ministro Youssef Chahed.

Testemunhas afirmam que, no ataque terrorista ocorrido na capital, Túnis, na última terça-feira, o extremista estava disfarçado sob um niqab. O ministério do Interior nega.

O país se prepara para eleições ainda neste ano e vive o auge da temporada turística, em que espera atrair um número recorde de visitantes.

Em fevereiro de 2014, o Ministério do Interior autorizou a polícia a realizar um “maior controle” de pessoas que usavam o niqab , justificando essa medida pela luta contra “o terrorismo”, em particular “devido ao uso do niqab por suspeitos (…) para se disfarçar e fugir à justiça”.

Vários países europeus, africanos e asiáticos emitiram proibições totais ou parciais ao uso de véus, por preocupações com a segurança, informa O Globo.

Compartilhe...

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

TELEGRAM

Acompanhe todas as notícias através do nosso canal no Telegram.

Newsletter

Inscreva seu email na RENOVA para receber atualizações diárias com as últimas notícias do Brasil e do mundo.

Nome:

Email:

Fique tranquilo(a), assim como você também odiamos spam, você poderá sair quando quiser :)

Comentários_

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Outras Notícias_

Pátria Educadora. Garanta sua vaga!