Português   English   Español

Vice-premiê da Itália volta a dizer que espera extradição de Battisti

Twitter
WhatsApp
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

O vice-premiê da Itália e ministro do Interior, Matteo Salvini, voltou nesta quinta-feira (1º) a dizer que espera que o novo governo de Jair Bolsonaro extradite Cesare Battisti.

Em uma transmissão via redes sociais, Matteo Salvini declarou:

Boas notícias vindas do Brasil, onde esperamos que o novo presidente possa devolver à terra natal o terrorista Battisti que, enquanto isso, passeia, toma mojito, toma sol na praia. Um terrorista condenado à prisão perpétua que passeia, lança livros. Como isso é possível?

Desde o último domingo (28), quando Jair Bolsonaro venceu o segundo turno das eleições presidenciais no Brasil, com 55% dos votos, o nome de Cesare Battisti voltou à tona na Itália.

O governo italiano vê com bons olhos a promessa do político do PSL sobre a extradição de Battisti assim que tomasse posse, conforme noticiou a Renova Mídia.

Cesare Battisti é um ex-membro do grupo Proletários Armados pelo Comunismo (PAC) e foi condenado à prisão perpétua por quatro assassinatos cometidos na década de 1970. Foragido, o italiano conseguiu asilo para viver no Brasil graças a uma decisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

A extradição de Battisti já foi aprovada, mas o Supremo Tribunal Federal (STF) aguarda uma decisão que determinará se um sucessor na Presidência pode revogar uma decisão tomada por um ex-chefe de Estado.

 

Adaptado da fonte ANSA

Twitter
WhatsApp
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

Deixe seu comentário

Veja também...