Português   English   Español
Português   English   Español

Vídeo com artistas cantando em apoio a Lula é falso

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Clipe ‘A Nossa Voz’, feito em campanha para a ONG Amigos do Bem, foi alterado digitalmente pela militância petista para incluir imagens do presidiário Lula.

Um videoclipe no qual diversos artistas cantam uma música — entrecortados por imagens do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado e preso pela Operação Lava Jato — está sendo compartilhado como uma demonstração de apoio dos artistas ao candidato.

O vídeo é uma montagem, não autorizada por nenhuma das partes envolvidas.

O clipe original, “A Nossa Voz”, foi lançado em 17 de agosto e faz parte de uma campanha da ONG Amigos do Bem.

O projeto foi idealizado pela dupla Chitãozinho & Xororó, e foi feito pela produtora Multivídeo. A ONG Amigos do Bem foi convidada para participar duas semanas antes do lançamento da campanha, que faria a doação dos direitos autorais para a organização.

A Amigos do Bem, que trabalha com projetos sociais em áreas mais fragilizadas do país desde 1993 e tem 9 mil voluntários, explica que pouco se envolveu com a produção. Porém, colocou a condição de que o material não tivesse nenhum tipo de vínculo político.

A música “Nossa Voz” é assinada por Xororó, Tonny, Kleber, Karol Conka, Projota, Negra Li e Rappin Hood. O clipe foi dirigido pelo próprio Xororó.

Já a montagem insere no clipe original imagens do jingle oficial da campanha de Lula para as Eleições 2018, e se encerra com um trecho do discurso do ex-presidente em Monteiro, na Paraíba, na ocasião da Inauguração Popular da Transposição do Rio São Francisco, em 19 de março de 2017. As imagens são da transmissão ao vivo da TVT.

Tanto a Amigos do Bem quanto a campanha de Lula já confirmaram a adulteração no vídeo. Em sua nota oficial, a ONG esclarece que não possui “quaisquer interesses e vínculos políticos”, e que foi “apenas a instituição escolhida para ser beneficiada com recursos gerados” pelas visualizações do clipe “Nossa Voz”. A campanha de Lula confirmou que “o vídeo original não tem imagens do Lula, nem nada a ver com a sua campanha”.

A postagem mais antiga do vídeo adulterado encontrada pela reportagem foi do dia 28 de agosto, mas desde então o mesmo arquivo foi publicado por outras contas no Facebook e Youtube.

 

Adaptado da fonte Estadão

Compartilhe...

Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
Share on reddit
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...