Português   English   Español

Vídeo de Daniela Mercury contra Bolsonaro recebe 1 milhão de ‘não gostei’

Twitter
WhatsApp
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

A cantora Daniela Mercury convocou mulheres a irem às ruas em protesto contra Jair Bolsonaro e rotulou o candidato do PSL de racista, machista e homofóbico.

Em vídeo publicado no Youtube no domingo (23), a cantora Daniela Mercury desafiou dezenas de celebridades a declarar apoio ao movimento feminista #EleNão, em oposição a Jair Bolsonaro.

Protestos de mulheres contra o presidenciável do PSL estão agendados em vários Estados do país no dia 29 de setembro.

O vídeo intitulado “Daniela Mercury convoca mulheres contra Bolsonaro” foi publicado no Youtube pelo usuário Dilma Resistente no dia 23 de setembro.

Após cerca de quatro dias desde a divulgação do vídeo, mais de 1 milhão de pessoas negativaram o conteúdo.

Confira abaixo:

Em mais uma estratégia para tentar desgastar a candidatura de Jair Bolsonaro, as campanhas dos seus adversários também se movimentam para aproveitar politicamente o movimento feminista, segundo informações da Renova Mídia.

A campanha de Geraldo Alckmin (PSDB) usou a hashtag #EleNão no seu programa eleitoral veiculado na noite desta terça-feira (25) para “alertar” as mulheres sobre em quem votar.

Twitter
WhatsApp
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

Deixe seu comentário

Veja também...