Português   English   Español
Português   English   Español

Vídeo postado por Bolsonaro não sustenta pedido de impeachment

Vídeo postado por Bolsonaro não sustenta pedido de impeachment
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Especialistas em Direito Constitucional avaliam que o vídeo publicado por Bolsonaro não seria motivo para embasar um processo de impeachment.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, publicou na noite desta terça-feira (5), em seu perfil pessoal no Twitter, um vídeo com imagens de um homem urinando em outro e associando a cena ao Carnaval brasileiro.

A publicação do vídeo gerou comentários a favor e contra Bolsonaro nas redes sociais.

Enquanto apoiadores do Presidente subiram a tag #BolsonaroTemRazão, a militância petista decidiu pedir o impeachment de Bolsonaro, como noticiou a RENOVA.

Os perfis que pedem o impeachment de Bolsonaro utilizam como base para o argumento o artigo 9º da Lei do Impeachment, de 1950 e que define os crimes de responsabilidade do presidente da República.

Um dos especialistas ouvidos pelo UOL, o professor de Direito Constitucional da PUC-SP, Roberto Dias, diz que o texto escrito pelo presidente junto às imagens pode servir como argumento para que ele não se encaixe nesta hipótese.

O advogado constitucionalista Marcelo Figueiredo, professor associado de Direito Constitucional da PUC-SP, concordou:

“[O post do presidente] Não me parece o fato suficiente ou apto a ensejar o aludido impeachment. Afinal, o comentário não chega a atingir a dignidade do cargo.”

Professor titular da Faculdade de Direito da USP, André Ramos Tavares, fez uma ressalva:

“A gente abrindo a hipótese de impeachment para tudo, isso não é solução. Transformar o impeachment num voto de desconfiança, para a gente toda hora ficar testando a legitimidade, a popularidade do presidente, acho que vai levar a um lugar pior do que o que nós estamos.”

A advogada constitucionalista Vera Chemim afirma:

“Não sei se chega a esse ponto de ser suficientemente grave para tornar procedente um pedido [de impeachment]. O comentário que ele coloca em seguida pode dar a entender que ele quis prestar um ‘serviço’ de utilidade pública.”

Compartilhe...

Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
Share on reddit
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...